Coaching

O Coaching entrou em minha vida para ficar e completar não apenas minha profissão, mas também para me ensinar a construir uma vida com mais sentido e paixão.

Antes do coaching, eu costumava ser uma pessoa com sonhos esquecidos e planos que pareciam impossíveis. Vivia de forma morna e adormecida.

Estava anestesiada e evitava enfrentar qualquer problema que percebia que teria. Evitava me perceber, me olhar e assumir responsabilidades.

Sempre fui muito boa em resolver os problemas dos outros, era uma fuga de mim mesma e aos poucos fui me perdendo de uma forma que não parecia, mas era dolorosa. 

A partir do coaching entendi que, somente se assumir a responsabilidade por minhas atitudes, seria capaz de ter os resultados que eu sempre desejei. 

Perceber isso é uma baita responsabilidade. 

Teria que mudar minha atitude, postura e pensamentos se quisesse fazer algo de diferente. 

E mudar assusta.

Mas minha vida precisava de mudanças, então o que mais me assustava era manter as coisas como estavam.

O primeiro passo foi desejar uma vida diferente.

O passo seguinte foi de planejar a mudança e entender o que precisaria desenvolver para aguentar tudo o que estaria por vir de maneira calma e sem muitos traumas.

Assumir responsabilidades foi imprescindível e a sensação de felicidade e gratidão foi o resultado deste caminho.

Não foi algo fácil, mas com uma simplicidade quase que inacreditável me tornei uma pessoa completamente diferente.

Em poucos anos mudei e busco a mudança ainda, em minhas atitudes, escolhas e caminhos percorridos.

O coaching foi para mim o que desejo para você e por isso o meu trabalho virou minha vida, minha missão e minha felicidade. 

Trabalho ajudando pessoas a se encontrarem, a se perceberem como pessoas desejantes e então serem capazes de acreditar em todo o potencial interno que existe. 

Trabalho construindo sonhos, e aprendi a fazer isso a partir da construção dos meus... Minha eterna gratidão por esta técnica que me inspirou a aprender sobre mim mesma e então reconhecer todo o potencial que me contém.


Nenhum comentário:

Postar um comentário